Frases de Martha Medeiros: textos, crônicas e poemas

Sobre a vida, relacionamentos e sentimentos!

Martha Medeiros é uma premiada escritora e poetisa brasileira. Seu primeiro livro foi lançado em 1985, e desde então vieram muitos outros com: poesias, crônicas, romance, dicas de viagens, contos, antologias e mais. Confira as melhores frases de Martha Medeiros, além de crônicas e pequenos poemas.

A seguir, você vai conferir:

Frases curtas de Martha Medeiros
Frases longas de Martha Medeiros
Crônicas de Martha Medeiros
Poemas de Martha Medeiros

Frases curtas de Martha Medeiros

Frases Curtas de Martha Medeiros

  1. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional…
  2. Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade.
  3. O tempo não cura tudo. Aliás, o tempo não cura nada, o tempo apenas tira o incurável do centro das atenções.
  4. Não fale, não conte detalhes, não satisfaça a curiosidade alheia. A imaginação dos outros já é difamatória que chegue.
  5. Eu me conheço bem, mas sei que posso me surpreender comigo mesmo, a qualquer minuto.
  6. E amigo é isso: aquele que a presença conforta sem precisar de muito gesto ou dramatização.
  7. O silêncio arquiteta planos que não são compartilhados. Quando nada é dito, nada fica combinado.
  8. Amadurecer talvez seja descobrir que sofrer algumas perdas é inevitável, mas que não precisamos nos agarrar à dor para justificar nossa existência.
  9. As palavras nos confundem. As atitudes resolvem.
  10. E no amor é assim, não existe moral da história!
  11. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.
  12. Como você sabe, os loucos sempre encontram as portas do céu abertas.
  13. O maior risco da vida é não fazer NADA.
  14. Longa vida aos que conseguem se desapegar do ego e ver a graça da coisa.
  15. Sou feliz e não admito que ninguém me acorde.

Frases longas de Martha Medeiros

Frases Longas de Martha Medeiros

  1. Por que sofremos tanto por amor? O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável,um tempo feliz.
  2. Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, doem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é saudade. Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que já morreu. Saudade de um amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade. Saudade da gente mesmo, quando se tinha mais audácia e menos cabelos brancos. Doem essas saudades todas.
  3. Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma. Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.
  4. Benditos os que conseguem se deixar em paz. Os que não se cobram por não terem cumprido suas resoluções, que não se culpam por terem falhado, não se torturam por terem sido contraditórios, não se punem por não terem sido perfeitos. Apenas fazem o melhor que podem.
  5. Faço menos planos e cultivo menos recordações. Não guardo muitos papéis, nem adianto muito o serviço. Movimento-me num espaço cujo tamanho me serve, alcanço seus limites com as mãos, é nele que me instalo e vivo com a integridade possível. Canso menos, me divirto mais.
  6. Falar sozinho é um ato de generosidade, antes de tudo. Vá saber o estrago que causaríamos se falássemos pra valer, olho no olho, tudo aquilo que mantemos guardado, todo o palavreado da raiva, do rancor e do desassossego que fica confinado dentro. Melhor soltar as frases ao vento.

Crônicas de Martha Medeiros

Crônicas de Martha Medeiros

  1. Quero uma primeira vez outra vez. Um primeiro beijo em alguém que ainda não conheço, uma primeira caminhada por uma nova cidade, uma primeira estréia em algo que nunca fiz, quero seguir desfazendo as virgindades que ainda carrego, quero ter sensações inéditas até o fim dos meus dias.
  2. Se você quiser me contar seus segredos
    Sou de todo ouvido.
    Se os seus sonhos não derem certo,
    Estarei sempre lá para você.
    Se precisar se esconder,
    Terá sempre minha mão.
    Mesmo se o céu desabar,
    Estarei sempre contigo.
    Sempre que precisar de um lugar,
    Haverá meu canto, pode ficar.
    Se alguém quebrar seu coração.
    Juntos cuidaremos.
    Quando sentir um vazio,
    Você não estará sozinha.
    Se você se perder lá fora,
    Te buscarei.
    Te levarei pra algum lugar
    Se precisar pensar.
    E quando tudo parecer estar perdido,
    E você precisar de alguém
    Eu estarei sempre aqui.
  3. Se eu fosse eu, riria abertamente do que acho mais graça:
    pessoas prepotentes, que pensam saber mais do que os outros,
    e encorajaria os que pensam que sabem pouco, e sabem tanto.
  4. Tristeza é quando chove
    quando está calor demais
    quando o corpo dói
    e os olhos pesam
    tristeza é quando se dorme pouco
    quando a voz sai fraca
    quando as palavras cessam
    e o corpo desobedece
    tristeza é quando não se acha graça
    quando não se sente fome
    quando qualquer bobagem
    nos faz chorar
    tristeza é quando parece
    que não vai acabar.
  5. Querer a gente quer muita coisa.
    Mas quase sempre é um querer preguiçoso,
    um querer que não nos
    impulsiona a levantar da cadeira,
    e ainda mais quando nosso projeto
    tem 0,5% de chance de sucesso.
    É difícil conseguir o que se quer.
    Só se torna menos difícil
    quando se quer mesmo.

Poemas de Martha Medeiros

Poemas de Martha Medeiros

  1. O caminho é este
    tem pedra, tem sol
    tem bandido, mocinho
    tem você amando
    tem você sozinho
    é só escolher
    ou vai, ou fica.
    Fui.
  2. O tempo traz
    O tempo tira
    O tempo falta
    O tempo vigora
    O tempo voa
    O tempo não passa
    O tempo é favor ou contra
    Conforme a hora.
  3. Eu sou feito de
    Sonhos interrompidos
    detalhes despercebidos
    amores mal resolvidos.

Qual das frases de Martha Medeiros é sua escolhida para hoje? Continue se inspirando através das Frases de Augusto Cury.